Archive for Abril, 2016

Previna-se contra o H1N1

A CDL Palhoça também se une no combate à gripe numa campanha que reúne ações em todos os seus canais de comunicação, como redes sociais, newsletter para os associados e, claro, em seu próprio site.

 Confira algumas dicas para se prevenir contra o H1N1:

– Sempre lave as mãos com água e sabão.

– Tenha sempre à mão um frasco de álcool 70% em gel

– Mantenha os ambientes ventilados

– Evite aglomerações

– Evite contato físico com pessoas doentes

– Cubra o nariz sempre que for tossir ou espirrar

– Não toque nos olhos, nariz ou na boca sem que as mãos estejam higienizadas

– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos e talheres

– Use lenços descartáveis

– Mantenha uma dieta saudável

> Mais dicas e informações no Portal Saúde: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/perguntas-e-respostas-influenza

 

h1n1

Registro com Protesto: mais garantias para os lojistas

A inadimplência é uma situação comum no setor lojista. Por diversos motivos, alguns consumidores não conseguem quitar suas dívidas ou prestações e uma compra simples, às vezes, transforma-se num processo desgastante para todas as partes envolvidas.

Neste sentido, a CDL de Palhoça trabalha para atender ainda mais as necessidades dos lojistas e oferece o Registro com Protesto a todos os seus associados para aumentar as chances de uma cobrança mais efetiva e rápida.

O protesto é um ato formal destinado a comprovar a inadimplência de uma determinada pessoa, tendo basicamente duas finalidades: provar publicamente o atraso do devedor e resguardar o direito de crédito. Logo, o serviço traz garantias para os lojistas, que recebem valores atrasados, como para o cliente, que volta a conseguir o crédito (pois um cidadão com o nome protestado não conseguirá fazer novas compras à prazo ou realizar empréstimos).

 Fernando Luiz Ribeiro

Sócio e proprietário da Derhaus Treinamento, Fernando Luiz Ribeiro

Airton Macedo

Sócio-proprietário da JF Compensados, Airton Macedo

Para o presidente da CDL Palhoça, Josué da Silva Mattos, o Registro com Protesto é um serviço inovador e exclusivo do SPC que se torna ainda mais importante em períodos difíceis da economia: “Não podemos nos esquecer de que o lojista também é um consumidor, pois adquire suas mercadorias no atacado. Então, para que esta rede de crédito não comece prejudicada, o Registro com Protesto é um caminho eficiente, com a vantagem de não necessitar o deslocamento físico até o cartório.

O sócio e proprietário da Derhaus Treinamento, Fernando Luiz Ribeiro, já fez uso do serviço e garante que o mesmo só traz ganhos. “A ideia do Registro com Protesto é ótima, pois só o Registro no SPC não assusta mais o devedor. Com o protesto é diferente: quando as pessoas não conseguem obter certos documentos ou realizar empréstimos, a busca por uma solução é mais intensa e imediata”, avalia Fernando.

Mesma opinião possui o sócio-proprietário da JF Compensados, Airton Macedo: “Posso garantir que o serviço é muito bom. O cliente, assim que recebe a comunicação do protesto, vem procurar a gente. E o retorno financeiro também compensa muito. O melhor é que realizamos tudo com muita tranquilidade e segurança”.

Entre as vantagens do Registro com Protesto, estão:

– O protesto é feito on line para sua comodidade e para a agilidade da ação;

– O associado não paga as custas cartorárias;

– A dívida não expira, permanecendo no cartório até sua quitação;

– Alto índice de recuperação de dívida (dados recolhidos pela CDL indicam que mais de R$ 50.000,00 já foram recuperados pelos lojistas no munícipio).

Vale destacar que a CDL de Palhoça possui um Setor de Cobrança e está em vias de implantar uma Câmara de Mediação e Arbitragem, buscando realizar sempre uma negociação pacífica entre o cliente devedor e o lojista. O superintendente da entidade, Luiz Otávio Baasch, explica que “o objetivo é ajudar o empresário a cobrar sem constranger o devedor. Afinal, os lojistas querem continuar com seus clientes. Por isso, fazemos um trabalho neutro, sem tomar partido de nenhum dos lados envolvidos, buscando a conciliação. O serviço do “Registro com Protesto”, por exemplo, também é muito bom para o município, pois o cliente fica novamente com o nome limpo na praça e a economia local ganha ainda mais”.

Para usufruir do serviço, os lojistas têm de realizar necessariamente uma capacitação, principalmente para compreender todas as etapas do processo. Assim, no dia 03/05/2016, a CDL realizará em sua sede o Workshop do Registro com Protesto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo telefone (48) 3242-1900, ou na própria entidade à Rua 24 de Abril, 2943 – 2º Andar Palhoça/SC.

Projetos arquitetônicos para salas comerciais

escritorioRio de Janeiro, 25/04/2016

Hoje em dia, muitas pessoas passam mais tempo no ambiente de trabalho do que em casa. Por isso, ter uma sala comercial bem projetada, organizada e “agradável aos olhos” pode contribuir bastante com o rendimento dos usuários e, consequentemente, melhorar o faturamento da empresa.

Os projetos arquitetônicos para salas comerciais podem fazer com que o espaço se torne mais confortável para os colaboradores, que terão mais prazer em trabalhar em um ambiente pensado especialmente para desenvolver suas atividades diárias. Um local em que a praticidade foi pensada junto a beleza tende a unir muito bem funcionalidade, conforto e estética.

Salas comerciais projetadas com uma arquitetura corporativa objetiva podem também impressionar os clientes, de maneira que se sintam mais bem recebidos em espaços desenvolvidos especialmente para recebê-los. A credibilidade da empresa também pode melhorar, tendo em vista a facilidade de percepção do cliente quanto ao espaço desenvolvido tanto para melhorar a produtividade da empresa quanto para receber bem seus visitantes.

Quem está pensando em desenvolver um projeto arquitetônico para sala comercial deve ficar atento ao conforto dos funcionários e na organização do espaço. Ter móveis ergonômicos, por exemplo, é muito importante, assim como espaços de armazenamento suficientes. Além disso, a otimização do escritório é fundamental e contribui muito para que o local fique confortável, com a funcionalidade exigida e com uma boa aparência.

Antes de implementar mudanças, também pode ser interessante uma pesquisa de opinião junto aos funcionários sobre modificações desejadas por eles no projeto arquitetônico atual e o que os levou a sugerir tais mudanças. Afinal, são eles que provavelmente irão passar a maior parte do tempo no espaço.

E, para se ter um bom projeto arquitetônico para sala comercial que atenda a suas necessidades e expectativas, consulte sempre um escritório de arquitetura especializado neste tipo de projeto, pois, além do projeto propriamente dito, ele poderá lhe dar todo o suporte na organização das informações necessárias à elaboração do programa de necessidades de sua empresa.

> Fonte: Casa 3 Arquitetura, Escritório de arquitetura no Rio de Janeiro.

Últimas vagas para o Curso de ​Coaching em Vendas

Ainda restam vagas para o curso de Coaching em Vendas, que será realizado entre os dias 9 e 12 de Maio pela CDL Palhoça e pela UniSagres (Universidade Corporativa Dom Henrique Sagres).

O curso, ministrado por Siomara Marquetti, acontece na sede da CDL, localizada à Rua Vinte e Quatro de Abril, 2943, no Centro de Palhoça. Serão 25 vagas, e as atividades acontecem sempre das 19h00m às 22h00m (Carga horária: 12 horas-aula).

O objetivo do curso é o desenvolvimento de habilidades e competências, no qual o coachee (cliente) e o coach trabalham juntos para acelerar metas e objetivos em um curto espaço de tempo, utilizando diversas ciências como apoio: administração, psicologia, filosofia, sociologia, gestão de pessoas, planejamento, etc.

Inscrições e demais informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3242-1900 e pelo e-mail eventos@cdlpalhoca.org.br

Curso

O caminho para superar a insegurança

dúvidasPor Leo Babauta*

Não há ninguém entre nós que não tenha inseguranças – alguns são apenas melhores em lidar com elas, ou talvez escondê-las. Preocupações com críticas passadas, autoavaliação negativa ou mesmo falta de confiança pesam para ultrapassar o sentimento. A receita para isto não é simples, mas requer uma atitude.

Preocupamos-nos com o que as outras pessoas pensarão sobre nós, se somos bonitos o suficiente, se não estamos fazendo o que deveríamos, se iremos fracassar, ou se as pessoas descobrirão que somos uma fraude. Preocupamos-nos por sermos muito gordos, pensamos se ela gosta de nós, se ele gosta da outra garota, se não somos bons o suficiente.

E as redes sociais, com a cultura de nos fazer querer aprovação através de curtidas e retuítes, com as exibições de corpos incríveis e viagens e comidas incríveis… isso apenas agrava o problema. Mas você sabe de tudo isso.

As perguntas são muitas: como superamos essas inseguranças? Como ficar bem consigo mesmo? Como aprendemos a encontrar o contentamento e a paz?

As respostas não são simples, mas requerem uma coisa para se começar: o desejo de encarar o que geralmente não queremos encarar.

Isso significa ter um pouco de coragem. Apenas em doses pequenas, para começar, mas também significa um desejo de deixar de lado todas as distrações por pouco tempo e apenas focar no que você está combatendo.

Você tem essa coragem? Se sim, vamos começar.

Os obstáculos

O que aparece no nosso caminho para lidar com inseguranças? Existem obstáculos sujando o caminho. Existem ferimentos antigos que devem ser curados.

Alguns dos obstáculos que aparecem no caminho são:

Críticas passadas. Se um de nossos pais ou outros parentes nos criticou enquanto crescíamos, ou se sofremos bullying, nós provavelmente internalizamos isso. Eu tenho sorte que minha mãe sempre pareceu me aceitar como eu era, mas meu pai não. Ele tinha suas próprias inseguranças, mas elas se manifestavam como críticas a mim. Essas críticas ficam na minha cabeça, mas vêm morrendo recentemente por conta do trabalho que eu tenho feito (mais sobre isso abaixo). Ainda assim, elas podem nunca desaparecer completamente.

Uma auto-imagem negativa. Quando as pessoas lhe criticam por vários anos, você começa a se criticar. Toda essa crítica, junto à comparações desfavoráveis entre você e outras pessoas, resultam em uma auto-imagem que não é tão boa. Não importa se a realidade não coincide com essa auto-imagem… podemos ser competentes, brilhantes e lindos, mas se temos uma imagem de nós mesmos que nos represente como feios, burros e fracassados, agiremos de acordo com isso.

Necessidade de aprovação. Quando alguém nos dá aprovação, isso é ótimo! Sentimos-nos valorizados e lindos. Mas isso se torna um problema quando precisamos de mais aprovação para manter essa auto-imagem, e tememos não receber aprovação porque sem ela essa incrível auto-imagem irá desaparecer. Ficamos presos ao ciclo de necessidade de aprovação constante, e temendo a desaprovação. Lemos tudo que todos dizem e fazem, na vida real e nas redes sociais, em termos de aprovação e desaprovação. Isso se torna um terrível ciclo de necessidade.

Falta de confiança. Aprendemos a não confiar que as pessoas ficarão conosco, nos aceitarão, verão nosso lado das coisas como compreensível. Isso é treinado em nós com o passar dos anos conforme as pessoas fazem coisas que enxergamos como abandono ou rejeição. Paramos de confiar no momento para não sofrer.

Imagens das redes sociais e da mídia. Comparamos nós mesmos às pessoas sexy que vemos no Instagram e outras mídias sociais. Àquelas pessoas sexy dos filmes, TV e revistas. Estas imagens são feitas para vender, mas a forma como estão nos vendendo é nos deixar inseguros sobre nós mesmos para sentirmos a necessidade de ter o que quer que as celebridades estejam vendendo, para que nos tornemos tão bons quanto eles.

Não aceitar coisas sobre nós mesmos. No fim, o resultado é que rejeitamos uma grande parte de nós mesmos. Não gostamos que estamos com sobrepeso, ou que temos espinhas, ou algo dos nossos corpos. É incrível, porque até pessoas que você acha que têm corpos incríveis – rejeitam coisas sobre seus corpos! Também rejeitamos partes dos nossos eu interiores, as partes que são indisciplinadas, desinteressantes, medrosas ou preguiçosas. Rejeitamos as partes dos nós mesmos que são inseguras.

São muitos obstáculos para se enfrentar! E isso destaca porque para enfrentá-los é preciso coragem e porque a correção não é simples. Mas há um caminho adiante.

O caminho para enfrentar a insegurança

Aqui está o segredo: os obstáculos, na realidade, nos mostram o caminho. Os obstáculos são o caminho. Nós podemos abraçar estes obstáculos e trabalhar com eles. Para fazer isso, precisamos desenvolver uma consciência de quando nossas inseguranças estão surgindo. Podemos utilizá-los como um alarme de consciência, tocando quando estamos preocupados com medos e desconfiança, nos dizendo, “Ei! Tem tanta coisa boa para se trabalhar aqui”.

E esta é a chave: todas as suas inseguranças são, na verdade, uma oportunidade para se fazer um bom trabalho, para aprender sobre como trabalhamos, para desenvolver habilidades que nos ajudarão para a vida.

Então comece a prestar atenção e perceba quando você estiver sendo guiado pela insegurança. E aja das seguintes formas:

Perdoe o passado.

Se suas inseguranças tiverem sido modeladas por um parente ou figura de autoridade lhe criticando, reconheça isso. Então comece a perdoá-los. Entenda que eles foram guiados por suas próprias inseguranças, lutando contra seus próprios demônios. Eles se comportam imperfeitamente, mas todos nós nos comportamos assim. Eles não estavam certos no que fizeram, mas você pode entendê-los da mesma maneira. E perdoe-lhes por seu mau comportamento, porque guardar o ressentimento não vai lhe ajudar. Deixe o passado para trás, um passo de cada vez

Aceite tudo em você.

Pare e faça uma autoavaliação. Perceba as partes de si, tanto de seu corpo quanto do seu eu interior, que você não gosta. Observe essas suas partes e veja se você as pode dar amor. Pense como você trataria esse amigo imperfeito e seja do mesmo modo com você mesmo. Dê a si mesmo segurança e compaixão. Abrace todas as partes de si, as imperfeições e tudo mais, enxergue a beleza delas. Elas são o que fazem você ser o que é, e elas são lindas.

Pratique autoaprovação.

Se você perceber que está precisando de aprovação, elogios e atenção alheios, suas curtidas e retuítes… pare, e em vez disso retribua com auto-aprovação. Você pode tirar a energia que os outros têm ao lhe elogiar ao transferir essa energia para si mesmo. Você não precisa da aprovação de ninguém além da sua. Isso não significa que você não quer se conectar com os outros, ou amar, mas você pode amar os outros e ser amado por eles enquanto também tem auto-aprovação. Se aceite, por completo, se ame. E isso é tudo que você precisa.

Abrace a não-comparação.

A comparação de si mesmo com a aparência das outras pessoas, com o que elas estão fazendo, para onde estão viajando, o quanto estão se divertindo… nunca é uma comparação útil e isso lhe machuca ativamente. Em vez disso, quando você vir alguém bem sucedido, em vez de se comparar à ele, enxergue-o como um ser diferente, assim como maçãs são diferentes de laranjas. Fique feliz por ele estar se divertindo, contente pelos seus sucessos. Ele está em caminhos completamente diferentes do seu, ele podem ser feliz e se divertir e você também, no seu próprio caminho. Deseje o bem para todos, mas enxergue sua grandiosidade como diferente da sua, portanto, incomparável.

Desenvolva confiança no momento.

Através dessas práticas, comece a desenvolver uma confiança em si de que você ficará bem. Desenvolva uma confiança no momento e creia que ele se desdobrará e tudo estará bem. Isso se desenvolve com o tempo, fazendo pequenas predições sobre o momento (“esse momento ficará bem”) e então veja a previsão se tornar realidade.

Este é o caminho. Você pega as coisas com as quais batalha e aprende a trabalhar com elas. Aprenda a mudar sua perspectiva. Aprenda a ver o que está lhe fazendo tropeçar e transforme isso em uma oportunidade de praticar novas habilidades.

Este é um bom caminho. Ele me ajudou a me aceitar mais e confiar mais em mim mesmo. E como consequência, me ajudou a me amar mais e a amar mais os outros, um momento de cada vez.

> Leo Babauta* é um dos blogueiros mais influentes do mundo e criador do Zen Habits, que integra o Top 25 de blogs da revista Time e conta com mais de 260 mil assinantes.

> Fonte: Portal No Varejo

> Texto publicado também no site da FCDL.

CDL Palhoça

Click to open a larger map