CDL Palhoça: Descentralização marca uma nova fase da entidade

Nestes quase 29 anos de história, a CDL Palhoça seguiu num processo constante de renovação e atualização, sempre priorizando seu trabalho para com os lojistas e sua responsabilidade para com a sociedade.

Em 2016, mais uma etapa desta evolução se desenvolve, com o segundo ano da atual gestão à frente da entidade. A partir de então, as estratégias definidas possibilitam um envolvimento ainda maior dos diretores nas diversas áreas de atuação. “A descentralização é um processo natural de toda empresa ou entidade que alcança patamares de grande porte. Por isso, a demanda tende a aumentar e o papel da diretoria é contribuir, também, em setores específicos, tornando os processos mais dinâmicos e com resultados ainda melhores”, explica o superintendente Luiz Otávio Baasch.

​Dentro desse novo formato, a entidade ganhará departamentos específicos, divididos em seis itens, que contarão com dois diretores responsáveis:

01 – Programa de Infraestrutura (Coordenador: Sidney Luchtemberg / Subcoordenador: Almir Anísio Rosa);

02 – Programa de Inovação e Geração de Recursos (Coordenador: Alaécio Monteiro Silvy / Subcoordenador: Maurino Antônio da Rosa);

03 – Programa de Promoção do Comércio (Coordenador: Joel Guarezi Trento / Subcoordenador: Eduardo Lara Souza);

04 – Programa de Visibilidade Institucional (Coordenador: Maria Zélia Ferreira Duarte / Subcoordenador: Eliete Maria Martins);

05 – Programa de Recursos Humanos (Coordenador: Raul Roberto Weiss / Subcoordenador: Maria de Lourdes Rosa);

06 – Programa de Responsabilidade Social (Coordenador: Anderson Silveira De Souza / Subcoordenador: Estefano Adolino Franscisco).

Os programas funcionarão como um guia para o trabalho dos 12 diretores, que assumirão responsabilidades ainda maiores em sua área de atuação.

De acordo com o presidente da CDL, Josué da Silva Mattos, esta é uma maneira de prestigiar ainda mais as realizações da diretoria e trazer novas ideias e visões para a entidade.  “A CDL de Palhoça vive um momento muito bom: tem grande potencial de mercado para crescer; possui uma infraestrutura básica invejável; boa saúde financeira; equipe qualificada; grande credibilidade regional; parcerias promissoras e um corpo de dirigentes comprometido. O compartilhamento dessa responsabilidade é a decisão mais segura e sólida a ser tomada, com bases firmes para o crescimento da entidade”, finaliza Josué.

Diretoria
Reunião da Diretoria da CDL Palhoça em 2016.