Histórico

A história da CDL Palhoça começa oficialmente em 1987, mas antes desta data os lojistas do município já buscavam soluções para seus negócios.

Em 1982, foi feita a primeira filiação de uma loja de Palhoça ao SPC de Florianópolis. Até então, as vendas eram feitas com base apenas na confiança. Gradativamente, outros comerciantes foram adotando o mesmo exemplo. Havia porém um sério problema: o custo da consulta era caro (a ligação telefônica era de tarifa interurbana) e a espera pelos dados solicitados era muito grande.

Assim, alguns comerciantes resolveram que já era hora de desenvolver uma solução própria. No dia 16 de outubro de 1987, os comerciantes Amílcar Philippi May, Edson Ari Bernardo, Gelson Pedro Fortunato, Ivone Schütz Weiss, José Eurico Garcia, Josué da Silva Matos, Raul Roberto Weiss e Roberto Matos se reuniram no antigo “Bar do Didico” (casa do saudoso Valmor Wagner) para discutir o assunto.

Após diversos encontros, que contaram com outros participantes, ocorreu a fundação da CDL de Palhoça no dia 24 de novembro de 1987. O primeiro local que sediou a entidade foi uma sala locada do Sr. Garcia na Rua Coronel Bernardino Machado. Para equipá-la, a Loja Weiss emprestou uma máquina de escrever, uma escrivaninha e uma linha telefônica. Os membros da Diretoria também contribuíram com outros mobiliários, material de escritório e de expediente. Cabe ressaltar o precioso apoio recebido do associado Holdi Defreyn, socorrendo financeiramente a CDL em diferentes momentos, como também as muitas vezes em que os membros da diretoria tiraram dinheiro de seus próprios bolsos para cobrir despesas operacionais.

Esse começo difícil torna ainda mais relevante a trajetória da CDL Palhoça, que está entre as maiores de Santa Catarina.  

Fatos marcantes na história da entidade:

  • Criação de um boletim informativo mensal, o “Correio Lojista”, com distribuição bimensal a todos os associados, repassando as principais notícias na área do comércio de Palhoça;
  • Implantação no site da CDL de um “tira-dúvidas online”, chamado CONSULTE O PROCON, sobre direitos do consumidor;
  • Criação de um amplo estacionamento em sua sede, disponibilizado gratuitamente a toda a comunidade lojista palhocense, amenizando assim o grave problema de falta de vagas no centro da cidade;
  • Movimento para mudança junto a TELESC da tarifa interurbana entre Palhoça e Florianópolis;
  • Criação do evento anual: “Natal Esperança e Luz” – decoração e eventos natalinos à cada dezembro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Palhoça;
  • Conquista da manutenção do SEBRAE em Palhoça (esteve prestes a sair na época);
  • Conquista da manutenção do PROCON, com ajuda no pgto. do aluguel mensal da sala durante bom tempo, para que o órgão permanecesse em Palhoça;
  • Criação da “Casa do Artesão” em conjunto com a ACIP;
  • Compra de veículo próprio em 2001;
  • Compra da Sede própria em 2002;
  • Participação na Diretoria da 22º Região Distrital, onde elaborou-se o Planejamento Estratégico da FCDL para os próximos 10 anos;
  • Recebimento da Placa: “CDL – Amiga de Palhoça” – em 1999 da PMP;
  • Promoção de inúmeros cursos de formação profissional para o pessoal envolvido com o comércio;
  • Criação de vários concursos de vitrine mais bonita;
  • Promoção de concursos de decoração de Casas & Jardins;
  • Promoção de Feiras Artesanais na Praça 7 de Setembro;
  • Campanha para a colocação de lixeiras por toda a cidade;
  • Apadrinhamento junto com a ACIP dos jardins públicos nas entradas de Palhoça;
  • Construção de um presépio na Praça 7 de Setembro em Dezembro de 2000;
  • Orientação jurídica permanente quanto às questões legais do comércio;
  • Luta por melhor transporte coletivo no Município;
  • Luta por melhor assistência à saúde;
  • Luta pela criação de um posto do SINE no Município;
  • Liderança de um movimento comunitário para a implantação de Terminal Urbano;
  • Liderança na campanha para trazer Corpo de Bombeiros para Palhoça e região;
  • Luta com demais entidades de classe e políticos por melhor segurança pública no Município;
  • Liderança no movimento lojista catarinense contra a implantação da Substituição Tributária para os optantes do SIMPLES;
  • Criação de Departamento Jurídico próprio para auxiliar os associados lojistas;
  • Criação da Câmara de Mediação e Arbitragem;
  • Realização do “Outubro Rosa” – Edições 2014 e 2015;
  • Criação do Departamento de Cobranças;
  • Realização de quatro edições da Stammtisch em parceria com a ACIP;
  • Criação do Departamento de Certificação Digital;
  • Criação do Departamento de Eventos;
  • Realização do 1º Bazar da Moda de Palhoça em Set/15;
  • Criação do Núcleo Imobiliário;
  • Criação do Clube Mulher CDL;
  • Parceria com o SEBRAE e Prefeitura Municipal de Palhoça para a Revitalização do Entorno da Praça 7 de Setembro;
  • Convênio com a Universidade Dom Henrique de Sagres- UNISAGRES de Blumenau, para a CDL de Palhoça atuar como seu Posto Avançado na Região da Grande Florianópolis;
  • Convênio Internacional com a Câmara de Comércio da Cidade de Maldonado – Punta Del Este – Uruguai;
  • Articulação conjunta com outras entidades organizadas do município, para a criação do Observatório Social de Palhoça.

CDL Palhoça

Click to open a larger map